Breaking News

Shakira arrisca 11 anos de cadeia por fuga ao fisco



Depois de Messi e Ronaldo, Shakira. A cantora colombiana acaba de ser acusada de fuga ao fisco. Na queixa-crime apresentada em Esplugues de Llobregat, a localidade catalã onde a cantora vive, diz-se que ela usou um complexo esquema que passou pela utilização de 14 empresas diferentes, de tipo fictício, para fugir ao pagamento de cerca de 14,5 milhões de euros entre 2012 e 2014.
Estão em causa tanto rendimentos como impostos sobre o património. Como cinco dos crimes são na modalidade agravada e a potencial pena de prisão vai até 11 anos, o fisco pediu ao tribunal que estabeleça uma fiança de 19,4 milhões de euros a Shakira. Ela respondeu considerando injustificado esse pedido e lamentando não ter sido ainda formalmente notificada.
Os lugares onde as alegadas empresas-fantasma estão sediadas - Malta, Panamá, Ilhas Caimão, Ilhas Virgens Britânicas - são hoje em dia familiares a qualquer pessoa devido à quantidade de histórias do mesmo género que têm surgido na imprensa. No caso de Shakira, que vive com o futebolista Piqué, do Barcelona, a taxa de imposto efetivamente paga sobre rendimentos de dezenas de milhões de euros terá ficado pelos 2 por cento, contra os 50 por cento que a lei fiscal fiscal espanhola lhe impunha.
No processo, que foi aberta em 2016, Shakira argumentou que tinha a sua residência fiscal nas Bahamas. Mas o fisco diz que ela não passou lá um único dia durante o período em questão. E de qualquer forma, segundo a lei espanhola, quem resida em Espanha pelo menos 183 dias - isto é, mais de metade do ano - tem de pagar os seus impostos todos no seu país, ainda que parte do rendimento seja obtido noutros países.

Sem comentários