Breaking News

Depois de manchester united agora é a vez do Sport Lisboa e Benfica demitir o seu treinador



O Benfica resistiu mais de uma década à mudança de treinador no decorrer de uma época, mas nas 14 ocasiões anteriores em que tal aconteceu apenas por uma vez conseguiu conquistar o título nacional de futebol.

Com a saída de Rui Vitória, esta quinta-feira confirmada, esta é a terceira vez que Luís Filipe Vieira troca de treinador a meio de uma temporada, desde que é presidente dos encarnados (2003).

A última sucedeu em 2007/2008, quando Fernando Santos, atual selecionador luso, foi substituído pelo espanhol José Antonio Camacho e este por Fernando Chalana, que comandou a equipa até final da época.

Antes, tanto Chalana como Camacho já tinham sido apostas de Vieira no decorrer de uma temporada. Em 2002/2003, Jesualdo Ferreira saiu após a eliminação caseira da Taça de Portugal aos 'pés' do secundário Gondomar e o antigo extremo orientou o conjunto da Luz até à chegada do treinador espanhol.

De resto, em nenhuma das referidas épocas as 'águias' lograram conquistar o campeonato nacional, algo que, aliás, tem sido regra na Luz. Nas 14 temporadas em que mudaram de técnico com o campeonato em andamento, só numa delas conseguiram arrecadar o troféu.

Em 1967/68, o chileno Fernando Riera foi demitido pelo então presidente Adolfo Vieira de Brito, sendo rendido por Fernando Cabrita. Por seu lado, o português daria lugar a Otto Glória, que, na sua segunda passagem pela Luz, levaria a equipa ao título nacional.

No entanto, a 'regra' não se aplica apenas ao Benfica, uma vez que apenas por cinco vezes uma equipa se sagrou campeã nacional após trocar de treinador a meio da época.

Além da já referida temporada que terminou com sucesso benfiquista (1967/68), o FC Porto já o tinha conseguido em 1957/58, depois de o húngaro Béla Guttman ter substituído o brasileiro Otto Bumbel.

Já o Sporting, arrecadou o título máximo do futebol nacional por três vezes nestas condições. Em 1961/62, Otto Glória arrancou a temporada, mas foi Juca quem conquistou o título, enquanto em 1979/80, Fernando Mendes substituiu Rodrigues Dias e guiou os 'leões' à conquista da prova.

A última alteração no comando técnico que rendeu 'frutos' em Portugal tem quase duas décadas. Na época 1999/00, o italiano Giuseppe Materazzi saiu do Sporting e deu lugar a Augusto Inácio, que conduziu os 'verde brancos' a um título que lhes escapava há 18 anos.

Agora, Rui Vitória deixa o Benfica no quarto lugar do campeonato, com Bruno Laje, técnico da equipa B, a assumir "provisoriamente" o comando da equipa, de acordo com um comunicado dos 'encarnados'.
Por LusaFONTE - https://www.record.pt/futebol

Sem comentários