Breaking News

Homem de 53 anos suicida-se por não suportar pressão para fazer “alambamento” a mulher com quem já vivia


Um homem de 53 anos, que respondia pelo nome de Samuel Pindali, pai de sete filhos, enforcou-se na aldeia de Eyove, a sul do município do Bocoio, província de Benguela, depois de supostamente não ter suportado a pressão da mãe dos filhos, com quem já vivia, que a obrigava constantemente para que fizesse o “alembamento” da mesma, apesar de juntos estarem a viver há dezoito anos.
O homem foi encontrado sem vida e com uma corda no pescoço no “tulia” (celeiro onde armazenava as colheitas do campo), numa noite em que a sua esposa não se encontrava em casa. “Ele segurou numa corda, entrou no tulia e acabou por se suicidar”, disse uma testemunha na comunidade que encontrou o senhor pendurado.
Segundo relatos da comunidade, Paulina Kacesse, sua esposa, lamentava sempre junto do marido e com algumas pessoas próximas a si, o facto de não ter sido “pedida em alembamento”, casamento tradicional, pelo senhor Samuel Pindali, facto que “nunca agradou o esposo”.
A pressão por parte da esposa aumentou quando apercebeu que o esposo havia arranjado uma segunda mulher, o que levou a Paulina Kacesse, de acordo com fontes familiares, abandonar a cama e estar a passar as noites na cozinha para não mais dormir no mesmo quarto com o esposo.
As fontes explicam que a esposa disse ao marido que “não era mais sua mulher”, facto que terá motivado o suicídio de Samuel Pindali, aos 53 anos, pai de sete filhos. O Decreto

Sem comentários